NOSSOS VÍDEOS

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

OUTUBRO ROSA EM OROBÓ: ÔNIBUS LILÁS VISITOU AS COMUNIDADES DE OLHO D`ÁGUA SECO E FIGUEIRAS NESTA QUARTA-FEIRA(17)


 O município de Orobó recebeu nesta quarta-feira dia (17). O Ônibus Lilás que simboliza o enfrentamento e combate à violência contra mulher. 

 O ônibus Lilás,esteve  nas comunidades de Olho D`água Seco e Figueiras-Orobó,onde em reunião com as mulheres da comunidade,aconteceu uma palestra de orientação sobre direitos em legislação nacional,que protege a mulher de maus tratos e outras ilegalidades e crimes praticados contra as mesmas,através da coordenadoria da mulher do município,bem como ,pela Secretaria da assistência social de Orobó e também do estado,pelo Pacto de enfrentamento e combate á violência contra a mulher.
 A secretária da assistência social de Orobó Aline Albuquerque,esteve na comitiva realizadora do evento,que trouxe mais esclarecimentos para a população de mulheres do município,que dentre outros assuntos foi muito abordado,demais parâmetros da lei Maria da Penha. 
 Estivemos acompanhando a palestra e a roda de conversas em Figueiras. 

































terça-feira, 16 de outubro de 2018

Queda nos dízimos obriga “Teleigrejas” a migrarem para rádio e internet

 A arrecadação de muitas igrejas evangélicas como a Mundial do Poder de Deus, Plenitude e Internacional da Graça, tem sido afetada por conta da crise econômica que o país enfrenta.
Agenor Duque
Agenor Duque prega para fiéis da Igreja Plenitude. (Foto: Reprodução / Facebook)





Isso tem gerado algumas mudanças. De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, muitas denominações estão optando pela “radio-evangelização” por causa do alto custo da “tele-evangelização”. Igrejas pequenas, ligadas à Assembleia de Deus, por exemplo, descobriram que é mais barato evangelizar por rádio e internet.

Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo



O jornalista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça, dia 16, em São Paulo. Famoso na cobertura de casos de polícia para programas como o "Aqui agora", do SBT, Gil Gomes morreu em decorrência de câncer, de acordo com a assessoria de imprensa do Hospital São Paulo.
Cândido Gil Gomes Jr. começou a carreira como locutor esportivo em rádio, mas alcançou a fama ao levar a voz grave e a narrativa de suspense para programas policiais. Nos anos 1990 integrou a equipe do "Aqui agora", do SBT, depois colecionou passagens pela TV Gazeta, Record e Rede TV.
Gil se afastou da TV por mais de dez anos ao ser diagnósticado com Mal de Parkinson, quando foi diagnosticado em 2005. Em 2016, foi convidado a participar com comentários em um programa de TV patrocinado por uma rede de farmácias.
As informações sobre o velório ainda não foram divulgadas pela família.
Nas redes sociais, Luciana Oliveira, nora de Gil, agradeceu as mensagens dos amigos e fãs:
"É com muita tristeza que venho informar o falecimento de Gil Gomes. A família agradece à todos pelo carinho e orações todos esses dias".

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

JULIANA DE CHAPARRAL A GRANDE LIDERANÇA DO AGRESTE SETENTRIONAL

Apesar de não ter sido eleita deputada estadual, por causa do partido não ter conseguido o número suficiente de votos para atingir o quociente eleitoral, conquistou uma expressiva votação em todo estado 31.999 votos, ela também conseguiu desbancar muitos candidatos a deputados dos prefeitos e ex- prefeitos dos municípios do agreste setentrional como Surubim, Casinhas, João Alfredo, Limoeiro, São Vicente Ferrer e Bom Jardim.

Em alguns municípios chegou a atingir de 20% a 30% dos votos válidos, resultado que a credenciou para projetos futuros nas cidades da região. Esposa do prefeito Cléber Chaparral, que vem fazendo uma gestão bem avaliada em Orobó com 80% de aprovação, ainda conseguiu ter 7.559 votos na sua cidade ficando com 62% dos votos válidos. Dependendo da conjuntura política Juliana de Chaparral pode apoiar muitas lideranças políticas desses municípios, até mesmo ser candidata a prefeita de alguma cidade da região do agreste em 2020.
Resultado de imagem para dia do professor

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Bolsonaro anuncia três ministros, critica a mídia e reafirma bandeiras

 (AP/Leo Correa)
RIO DE JANEIRO, RJ, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez nesta quinta (11) seu primeiro evento de campanha do segundo turno, no qual anunciou três ministros, criticou a mídia e reafirmou bandeiras polêmicas.
. (AP /Leo Correa)
Um dos nomes a compor seu eventual governo já havia sido confirmado anteriormente, o economista Paulo Guedes, que comandará a fusão da Fazenda com o Planejamento.
Os outros dois eram especulados, mas não confirmados. Uma Casa Civil sob Bolsonaro será ocupada pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).
Ligado à bancada ruralista, Onyx (pronuncia-se oníx) é conhecido por sua retórica anti-PT, exercitada desde os tempos da CPI dos Correios, que apurou o mensalão.
Aproximou-se de Bolsonaro e desde o ano passado ajuda a costurar apoios suprapartidários a ele na Câmara.
A Defesa ficará com o general da reserva Augusto Heleno, seu colaborador que quase ocupou a vice na chapa. Informado pela reportagem sobre o anúncio, o militar desconversou: "Não sabia de nada".
Bolsonaro falou por cerca de 20 minutos num salão com integrantes da bancada federal eleita pelo PSL --52 deputados e 4 senadores. Pediu prioridade à eleição presidencial. Segundo o Datafolha, ele tem 58% das intenções de votos válidos, contra 42% de Fernando Haddad (PT).
O encontro foi transmitido pela internet pela deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP). Nele, o deputado repassou o roteiro de ação.
"Muito cuidado ao falar com a mídia. Eles querem pegar uma frase sua, uma escorregada, para me atacar. Recomendamos até, se for o caso, nem falar. Grande parte da mídia é de esquerda e quer arranjar meios para me desgastar", afirmou.
"O atentado [a faca que sofreu no dia 6] é porque nós sim somos um perigo, não para a democracia, mas um perigo para os que teimam em não ser brasileiros", disse.
Criticado por adversários pela ausência em debates, alegando recuperação médica da facada que recebeu, Bolsonaro demonstrou boa disposição.
Ficou de pé e até gritou palavras de ordem. Concedeu depois uma entrevista coletiva de 25 minutos na qual afirmou que poderá não ir mais a debate por "estratégia".
Ele disse aos aliados que eles não devem querer "agradar a todos". E voltou a defender bandeiras polêmicas, como a ampliação do posse e do porte de armas de fogo como forma de combater a violência.
Também criticou Haddad. Disse que se for questionado pelo petista sobre o que fez nos 28 anos como deputado, dirá que "não roubou" como os outros.
Instado por apoiadores nordestinos a falar sobre a região, a única na qual perdeu o primeiro turno, disparou contra partidos esquerdistas.
"Vamos libertar esses estados dessas doenças comunistas. Lá tem gente que vota no PT, no PC do B, mas que não tem noção do que estão fazendo, foram doutrinadas. Vamos resgatar essas pessoas."
Falando sobre o Amazonas, afirmou que irá "acabar com o fantasma do triplo A". Constando de várias teorias conspiratórias sobre desígnios americanos para tomar recursos naturais na América do Sul, publicadas inclusive num post de Bolsonaro de 2015, o triplo A é uma faixa que liga o Atlântico aos Andes, passando pela Amazônia.
Bolsonaro repetiu que "o futuro ministro da Agricultura e do Meio Ambiente" irá sanar divergências entre as duas áreas e criticou reservas indígenas. "Índio tem de ser gente como a gente", afirmou.
Bolsonaro brincou com sua fama de homofóbico e racista. Primeiro, chamou ao palco o deputado eleito Helio Bolsonaro, que foi o mais votado no Rio de Janeiro e é negro. Depois, perguntou: "Tem algum gay aqui? É bem-vindo".

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

JULIANA DE CHAPARRAL É A ANIVERSARIANTE DO DIA


 Parabéns Juliana,e que juntamente com os teus de coração, viva esta data com intensidade e felicidade. Você é uma pessoa muito especial e merece tudo que existe de bom na vida. Parabéns por mais um ano de existência neste mundo tão deslumbrante,sendo importante para tantos que te amam e te querem estar perto de você. Feliz Aniversário!

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Mais da metade da bancada evangélica não se reelegeu

Grupo tende a perder força em um governo conservador

Frente Parlamentar Evangélica
Frente Parlamentar Evangélica. (Foto: Divulgação)
Um levantamento do jornal Estado de São Paulo dá conta que metade da bancada evangélica da Câmara dos Deputados não foi reeleita. Entre os 82 deputados ativos, apenas 37 voltarão para uma nova legislatura, ou seja, 45% deles. O percentual de renovação da Câmara como um todo foi de 55%, evidenciando uma perda maior.
A situação do seu atual presidente, Pastor Takayama (PSC/PR) é sintomática, tendo obtido votação bem menor em seu estado que há quatro anos. Alguns de seus membros também perderam base eleitoral e angariaram menos votos do que o esperado, em alguns casos precisando depender do coeficiente eleitoral.

VAMOS PRECISAR DE TODOS AGORA! MARIA TEREZA NECESSITA URGENTE DE UM DOADOR DE MEDULA ÓSSEA - COMPARTILHE ESTA MENSAGEM

Texto escrito pela irmã de Maria Tereza

“Minha irmã foi diagnosticada com LMC em agosto de 2017. A princípio o tratamento era quimioterapia oral. Entretanto, devido as mutações desenvolvidas, a hematologista indicou o transplante. Estamos na luta para encontrar um doador 100% compatível. Quem não tiver cadastro no Redome e puder se cadastrar como doador voluntário de medula óssea, agradeço imensamente... Quem já tiver cadastro, por favor, atualizem seus dados. Alguém pode ser compatível com você e o Redome não conseguir contato por telefone ou endereço que mudaram. Aos que estão na luta conosco divulgando e compartilhando, aos que estão em oração por Maria Tereza e nossa família, meu muito obrigada, e que Deus abençoe! Qualquer dúvida, podem entrar em contato comigo!
#doemedula
#salvevidas

terça-feira, 9 de outubro de 2018

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Imprensa internacional,repercute vantagem de Bolsonaro The New York Times, Financial Times e El País e a rede de televisão britânica BBC emitiram alertas em seus aplicativos em todo o mundo após a confirmação do segundo turno

Jair Bolsonaro (PSL)
Jair Bolsonaro (PSL)Foto: Mauro Pimentel / AFP


A vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) no primeiro turno da eleição presidencial deste domingo (7) -46% contra 29% do segundo colocado, o petista Fernando Haddad- foi destaque na imprensa mundial.

Os jornais The New York Times, Financial Times e El País e a rede de televisão britânica BBC emitiram alertas em seus aplicativos em todo o mundo após a confirmação do segundo turno, por volta das 21h em Brasília.

"Os votantes deram uma vitória de primeiro turno a Jair Bolsonaro, que atordoou a política tradicional ao crescer entre uma campanha presidencial lotada apesar de seu longo histórico de declarações ofensivas sobre mulheresnegros gays", diz o texto do New York Times.

Leia também:
Bolsonaro puxa partidos nanicos de forma inédita nos governos dos estados
Eleitores de Bolsonaro são suspeitos de agressões no Recife 
TSE manda remover da internet 35 'fake news' que atacam Haddad


A eleição brasileira estava no alto do site dos quatro e de outros jornais como o britânico The Guardian e o francês Le Monde. As publicações europeias referiram-se ao deputado como um candidato de extrema-direita.

"Estes resultados [...] oferecem ao candidato do Partido Social Liberal, saudoso declarado da ditadura militar, uma vantagem bem superior à apresentada nas pesquisas antes da eleição", disse a publicação francesa.

COMEÇA HOJE A FESTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA NO SÍTIO MULUNGU-OROBÓ

Começa nesta segunda-feira, (8) a Festa de Nossa Senhora Aparecida - Sítio Mulungu às 18h, Procissão da Bandeira, em seguida a celebração da Santa Missa.

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO: RECOMENDAÇÃO ELEITORAL

 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu Promotor de Justiça, no exercício das funções eleitorais, na 033ª Zona Eleitoral – Bom Jardim/PE - TERMO ELEITORAL – OROBÓ/PE, no desempenho de suas atribuições constitucionais e legais, com fulcro nas disposições contidas art. 127, caput, da CRFB, Lei Complementar nº 69/90, Lei Complementar nº 75/93, art. 32, III, da Lei 8.625/93, no Código Eleitoral e nas resoluções emitidas pelo Tribunal Superior Eleitoral: 

 CONSIDERANDO que a República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como um de seus fundamentos a cidadania e que todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos pelo povo e para o povo, nos termos do art. 1.º, parágrafo único, da CRFB;

 CONSIDERANDO que a soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto, secreto, com valor igual para todos (art. 14 da CRFB);

 CONSIDERANDO que incumbe ao Ministério Público a defesa da ordem jurídica e do regime democrático (art. 127 da CF/88), como também o acompanhamento de todas as fases do processo eleitoral (arts. 72 c/c 6.º, XX, da LC n.º 75/93);

 CONSIDERANDO que a Lei n.º 9.504/97 e a Resolução Tribunal Superior Eleitoral n.º 23.551/2017 proíbem a realização de propaganda eleitoral (I – o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata; II – a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna; III – a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos), no dia das eleições, cominando pena de detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de cinco mil a quinze mil UFIR (art. 39, §5.º);

 CONSIDERANDO que a propaganda móvel, com fixação de cartazes e adesivos nos logradouros públicos não é autorizada no dia das eleições, levando-se, inclusive, em consideração que muitos eleitores e candidatos deixam seus veículos adesivados e com plotagens, estacionados durante todo o dia das eleições, com o fito de fazer propaganda eleitoral defronte os locais de votações, contrariando o art. 39, §5.º da Lei n.º 9.504/97 e a Resolução n.º 23.551/2017;

 CONSIDERANDO que o derramamento de “santinhos” e a panfletagem são vedados no dia das eleições, inclusive podendo configurar “boca de urna”. Além disso, tal conduta polui o meio ambiente, já que todo este resíduo sólido lançado nas ruas suja a cidade e agride o meio ambiente, principalmente entupindo os bueiros e bocas de lobo, com potencialidade para poluir os ribeirões localizados nas zonas urbana ou rural, uma vez que a demora para limpeza e também para a decomposição do material (papel e até plástico) poderá acarretar graves problemas nos corpos hídricos (art. 14, §7º, da Res. n.º 23.551/2017);

 CONSIDERANDO que a prática astuciosa de lançamento de material de propaganda eleitoral (santinhos entre outros) nas vésperas da eleição, além de tentar burlar a legislação eleitoral, é conduta lesiva ao meio ambiente e poderá acarretar a responsabilidade penal nos termos dos artigos 49; 53, inciso II, letra "e"; 54, § 2.º, inciso V; 62, inciso I e 65, da Lei n° 9.605/1998 e art 14, §7.º da Res. n.º 23.551/2017;

 CONSIDERANDO que todos os candidatos e líderes políticos já tiveram tempo suficiente para veicular suas propagandas eleitorais, não sendo recomendado a “visita” dessas pessoas em todos os locais de votações, fazendo-se presente como forma de intimidar, pedir votos e distribuir material de campanha, o que configurará a chamada boca de urna;

 CONSIDERANDO que a cabine de votação, por ser o local destinado a resguardar o sigilo do voto, não deverá conter propagandas eleitorais em seu interior nem tampouco permitir o uso de câmeras, filmadoras e aparelho de telefonia móvel;

 CONSIDERANDO que é permitido, no dia das eleições, a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada, exclusivamente, pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos (art. 39-A, Lei n.º 9.504/97 e art. 76, caput, da Resolução n.º 23.551/2017), bem assim por intermédio do uso de camisa de candidato, partido ou coligação, nos termos da Orientação Conjunta n.º 01/2018 da Presidência e da Corregedoria Regional Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco;

 CONSIDERANDO que é irregular o transporte e a alimentação de eleitores, que não sejam a serviço da justiça eleitoral, coletivos de linhas regulares e não fretados, de uso individual do proprietário e de sua família e o serviço normal, sem finalidade eleitoral, nos termos da Lei n.º 6.091/74;

 CONSIDERANDO que é vedada aos fiscais partidários, nos trabalhos de votação, a padronização do vestuário, sendo permitido apenas que, em seus crachás, constem o nome e a sigla do partido político ou coligação que sirvam (art. 39-A, § 3.º, Lei n.º 9.504/97 e art. 76, §3.º, da Resolução n.º 23.551/2017);

 CONSIDERANDO que muitas vezes as coligações nomeiam fiscais em número excessivo e que adentram o recinto de votação para tumultuar o processo eleitoral, faz-se imperioso ressaltar que apenas um fiscal de cada coligação poderá permanecer na seção eleitoral, oficiando um de cada vez;

 CONSIDERANDO que os escrutinadores, mesários e servidores da Justiça Eleitoral estão a serviço da democracia e devem manter a imparcialidade que o pleito determina;

 RESOLVE RECOMENDAR ÀS COLIGAÇÕES E AOS CANDIDATOS À ELEIÇÃO GERAL MAJORITÁRIA E PROPORCIONAL DA 33ª ZONA ELEITORAL – OROBÓ/PE, BEM COMO ÀS PESSOAS A SERVIÇO DE CAMPANHA:

 ABSTENHAM-SE de manter veículos (inclusive carroças e bicicletas) adesivados, com plotagens ou qualquer espécie de propaganda eleitoral estacionados, dentro do limite de 100 metros dos locais de votações, evitando a propaganda eleitoral de determinado candidato;

 ABSTENHAM-SE de promover o derramamento de qualquer material de propaganda eleitoral, pesquisas/enquetes, entre outros e NEM PERMITIR que sejam lançados esses materiais de propagandas (santinhos) relacionados aos seus candidatos nos dias anteriores, especialmente na véspera ou no dia das eleições (07 de outubro de 2018), quando haverá fiscalização especial, nos logradouros públicos, ruas, travessas, becos, praças e nas proximidades das sessões eleitorais, sujeitando-se o infrator à multa prevista no §1.º do art. 37 da Lei n.º 9.504/1997, sem prejuízo da apuração do crime previsto no inciso III do §5.º do art. 39 da Lei n.º 9.504/1997;

 ABSTENHAM-SE de usar vestuários padronizados bem como evitem aglomerar-se (mais de duas pessoas) usando bandeiras, broches, dísticos e adesivos no dia das eleições (07 de outubro de 2018), de modo a caracterizar manifestação coletiva, dado que haverá fiscalização especial, nos logradouros públicos, ruas, travessas, becos, praças e nas sessões eleitorais (art. 76, caput e § 1.º da Res. n.º 23.551/2017);

 ABSTENHAM-SE os candidatos e líderes políticos de circular e efetivar visitas nos locais de votações, evitando-se com tal ato a conhecida “boca de urna”, devendo o candidato e/ou líder político exercer o seu direito ao voto e retirar-se dos locais de votações, dado que o dia das eleições é destinado a reflexão do eleitor, não servindo para efetivar-se campanha eleitoral, não havendo necessidade dessas pessoas circularem em outros locais de votações que não sejam o destinado a sua seção eleitoral;

 ABSTENHAM-SE de entrar na cabine de votação portando câmeras, filmadoras e aparelho de telefonia móvel;

 ABSTENHAM-SE os fiscais partidários, nos trabalhos de votação, a padronização do vestuário, sendo permitido apenas que, em seus crachás, constem o nome do partido político ou coligação que sirvam;

 ABSTENHAM-SE os profissionais taxistas e moto-taxistas que, no dia das eleições, transportem eleitores a serviço de qualquer candidato, só podendo transportar eleitores, mediante pagamento feito pelo próprio eleitor ou alguém de sua família;

 ABSTENHAM-SE de promover ou participar, sob qualquer pretexto, no dia das eleições, de carreatas, aglomerações de qualquer espécie ou “buzinaços”, nem promovam a distribuição de qualquer meio de propaganda eleitoral, casos em que terão seus veículos apreendidos e serão conduzidos às autoridades policiais para as devidas providências de apuração dos delitos cometidos conforme o caso e posterior ação penal;

 ABSTENHAM-SE os escrutinadores, mesários e servidores da Justiça Eleitoral de utilizar vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político ou de candidato (art. 39-A, §2.º da Lei n.° 9504/1997 e art. 76, §2.º da Res. n.º 23.551/2017).

 Por fim, resolve Recomendar à emissora de rádio local e aos blogs que, cumprindo seu papel social de fortalecer a cidadania, adotem as providências necessárias para a divulgação do inteiro teor da presente Recomendação, durante sua programação, lembrando que o art. 81, da Resolução n.º 23.551/2017, expressamente preceitua:

 Art. 81. Constituem crimes, no dia da eleição, puníveis com detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de R$5.320,50 (cinco mil, trezentos e vinte reais e cinquenta centavos) a R$15.961,50 (quinze mil, novecentos e sessenta e um reais e cinquenta centavos) (Lei nº 9.504/1997, art. 39, § 5º, incisos I a III):

I - o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata;

II - a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna;

III - a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. (art. 39-,§5° , I e III da Lei n° 9504/1997).

 Finalmente, cumpre não perder de vista que o não atendimento da presente Recomendação na sua forma e termos implicará a adoção de todas as medidas necessárias à sua implementação, inclusive com a responsabilização cível e criminal daquele que não lhe der cumprimento.

 Oficie-se, enviando cópia da presente:

 Ao Exmo. Sr. Juiz Eleitoral da 33ª Zona Eleitoral – Bom Jardim (PE), TERMO ELEITORAL OROBÓ/PE, para conhecimento, requerendo que afixe esta no átrio do Fórum;

 Ao Exmo. Sr. Prefeito Municipal de Orobó/PE, para conhecimento, requerendo que afixe esta no átrio da respectiva edilidade;

 A Exma. Srª. Presidente da Câmara Municipal de Orobó/PE, para conhecimento e dos demais vereadores, requerendo que afixe esta no átrio da respectiva repartição;

Aos Ilmos. Srs. Representantes das Coligações, para fiel cumprimento e entrega aos candidatos;

Ao Comandante da Polícia Militar e ao Delegado de Polícia Civil, para conhecimento e adoção das medidas cabíveis às instituições;

À imprensa local (blogs da região e rádios), para conhecimento e divulgação;

Ao Exmo. Sr. Secretário Geral do Ministério Público, por meio magnético, para que se dê a necessária publicidade no Diário Oficial.

Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.

Orobó/PE, 05 de outubro de 2018.

RODRIGO ALTOBELLO ANGELO ABATAYGUARA
Promotor Eleitoral
33ª Zona Eleitoral – Orobó/PE
(Designação excepcional nos termos da Portaria PRE/PE n.º 67/2018)

A PREFEITURA DE OROBÓ,COMPROU MAIS 09 VEÍCULOS NOVOS,COM RECURSOS PRÓPRIOS PARA USO DA POPULAÇÃO

Na manhã desta sexta(05),o povo de Orobó,acordou com a chegada de mais 09 veículos para uso de todos,comprados pela prefeitura,que já havia comprado 12,e agora aumentou a frota para a população,com 02 ambulâncias FIAT,04 sienas-FIAT,uma Ducato-FIAT e dois Onibús.
A prefeitura de Orobó,é uma das únicas,que continua trabalhando pesado em prol de todos na região,mostrando a responsabilidade que tem a administração do prefeito Chaparral com o dinheiro público.









JULIANA DE CHAPARRAL,FECHA COM CHAVE DE OURO O SEU ÚLTIMO COMÍCIO EM CASINHAS,COM UMA MULTIDÃO INEXPLICÁVEL PRESENTE"

O último comício de Juliana Chaparral,enfatizou a certeza de que ela será eleita como deputada estadual em Pernambuco,pela quantidade “excepcional” de pessoas que compareceram ao comício em Casinhas,que foi invadida por milhares de eleitores,que,com muita alegria,cantavam e gritavam o nome de Juliana 51111.
O prefeito Chaparral,mais uma vez,fez suas colocações como o prefeito mais querido e competente da região,e que tem nome e vez com a população sem dúvidas,pelo trabalho que vem exercendo no agreste de Pernambuco,que clama por um representante na assembléia legislativa,e que será Juliana sem dúvidas essa pessoa escolhida.






]